USP Zona Leste – Exercício para um design holístico urbano…

Uma Abordagem Multidisciplinar

Estudo resultante do convívio durante semanas, com vários educadores e professores da USP de diversas especialidades, incluindo políticos, articuladores da comunidade local e profissionais especializados convidados, todos envolvidos há muito tempo nas diversas questões relacionadas a USP Leste e a Região.

Visão da Macro Região

A primeira imagem resultante das discussões sobre a região é a de uma grande colcha de retalhos formada por vários tecidos, um microcosmo do que é hoje nosso País com todos os coloridos e forças de movimentos sociais existentes.
Um resumo das riquezas, problemas e possibilidades que temos na grande dimensão do nosso estado.Afinal, estamos falando em uma região com aproximadamente 4 milhões de pessoas, onde, ainda, se destacam a pobreza, o desemprego e sérias questões de exclusões territoriais e sociais, com problemas de infraestrutura e acesso, mas que contêm uma grande força de união, de reivindicação e de trabalho.

É nítido, hoje, que a Zona Leste, apesar de suas dificuldades, apresenta um potencial de desenvolvimento muito elevado e que vários programas ligados a educação, saúde, saneamento (combate a enchentes), integração do sistema viário, geração e atração de empregos, inclusão digital e criação de Universidades estão em andamento....

Mobilidade e Acesso

O entendimento das vias de acesso atuais e futuras e o planejamento de uma mobilidade basicamente através do transporte público é de suma importância, diante do local escolhido....
Linhas de trem já existente e a futura integração com linhas de metrô precisam ser consideradas, assim como o prolongamento da Av. Jacú Pessego, quer passa a criar um corredor de desenvolvimento econômico de extrema importância, ligando Guarulhos ao Porto de Santos, com grande impacto na região e em toda metrópole.

Design Sustentável – Relação USP x Parque Ecolôgico x Rio Tietê

Ainda , mais propriamente nas regiões imediatas ao novo campus da USP , um aspecto bastante notável é o da grande importância do Parque Ecológico do Rio Tietê , que representa uma fonte de lazer, cultura , informação e preservação do meio ambiente com as várias atividades ali desenvolvidas. Era, até então, um dos poucos centros de convívio para a população local. Fica evidente que qualquer projeto a ser implantado nesta região precisa desenvolver uma profunda relação com o Parque, a USP e o Rio Tietê , incluindo os mesmos em um projeto sustentável nos aspectos sociais, ambientais e de desenho arquitetônico e urbano como um todo....

Estudo preliminar de um Design Global….

Estudo de volumetria e interpretação de um dos edifícios…

Análise Final

Foi um grande exercício realizado durante a disciplina de mestrado de " Produção Arquitetônica e Meio Ambiente" junto aos queridos Profs. Docentes Sylvio Barros Sawaya, Miguel Alves Pereira e os colaboradores Maria José Gomes Feitosa, José Pedro de Oliveira Costa e Ubyrajara Gonçalves Gilioli.

Mais do que um exercício acadêmico, foi uma busca pessoal para constatação que uma abordagem holística de projeto e design integrativo é capaz de gerar uma compreensão adequada de tantas variáveis inclusas em um contexto como este, e ao mesmo tempo, gerar um desenho de projeto.

Questionamentos do Design Social…

Dentro deste contexto, situa-se o nascimento de uma Universidade, a USP , cuja tradição já tão consagrada , inicia agora uma nova proposta de ensino, baseada em ciclos básicos e com uma visão de abertura para as necessidades da comunidade .

Como se dará esta convivência ? Qual será a contribuição entre e para cada uma das partes, assim como para toda a sociedade? Perguntas não faltam.....

Uma certeza podemos ter, a iniciativa, por si só, já é de um alcance e de uma importância histórica , pois gera forças capazes de produzir muita transformação nas estruturas existentes.
Acredito , pessoalmente, após participar de várias aulas focadas em todas estas questões, que algumas das palavras chaves para vários destes aspectos sejam “ Integração e Participação”. Este, parece ser o caminho escolhido por todos os envolvidos.Afinal, a função maior da Universidade é a formação de profissionais, cuja atuação resultem de forma prática em desenvolvimento e melhoria do meio e da qualidade de vida, e nada como um campo tão rico para se estar inserido como a Zona Leste .

A presença tão próxima de um local com tantos aspectos agudos sociais, culturais, ambientais e territoriais parece ser de um grande estímulo para o desenvolvimento de cursos , atividades e espaços participativos junto à comunidade e ao meio ambiente local, fazendo com que a Universidade se “abra” em vários níveis.

Por outro lado, a capacidade de organização da Zona Leste e de seus movimentos sociais deverão representar uma cobrança constante do posicionamento da USP frente as suas necessidades, resultando em um movimento de diálogo muito rico.

Questões ligadas diretamente ao meio ambiente, a integração social , a educação , a saúde , ao lazer e a cultura , a profissionalização , ao saneamento básico , a habitação ... entre outras devem nortear as diversas futuras atuações, intervenções e participações da Universidade.

Os desafios são grandes , e as possibilidades também ...., pois quando lembramos que, afinal , somos todos parte de uma mesma sociedade, é no convívio das diversas diferenças, sejam elas sociais , culturais ou regionais, que se geram as forças para encontrar os caminhos necessários....

Menções / Autoria

FONTES/CONSULTAS

Disciplina de Mestrado – AUP5801-7 – Produção Arquitetônica e Meio Ambiente 21/08 a 18/12/03
Docentes : Prof. Sylvio Barros Sawaya
Prof. Miguel Alves Pereira
Colaboradores: Profa. Maria José Gomes Feitosa
Prof. José Pedro de Oliveira Costa
Prof. Ubyrajara Gonçalves Gilioli

Palestras:
Deputado Simão Pedro
José Augusto Rocha Mendes – Engo. DAEE -
Padre Ticão
Hélio Nogueira da Cruz – Vice-Reitor - USP

Entrevista:
Vitor Cezar Maniero – Coordenador da Oficina Cultural Arte e Reflexão do Parque Ecológico do Tietê - DAEE

Sites
http: //portal.prefeitura.sp.gov.br/cidadania/zonaleste
Textos Site da USP – USP na Zona Leste

Outras fontes de consulta
Documentos/análises/propostas geradas pelas comissões de estudos de implantção
e definições de curso para USP da Zona Leste

Autoria dos textos estudos e projetos preliminares acima
Arq. Flavio Erwin Westmann