Gremio Recreativo Cultural Escola de Samba Vai Vai

Uma Abordagem Holística do Projeto

" Sempre mantendo intenção de vincular a configuração arquitetônica a contextos espaciais, culturais e históricos imediatos e fiel, ainda, a uma linguagem que se resume a formas simples, condensadas, GLAUCO CAMPELLO define a boa arquitetura como a criação num determinado contexto - "um lugar no lugar". O objeto Arquitetônico deve despontar, portanto, com naturalidade, não só em relação a paisagem, mas "as inspirações culturais sugeridas do ambiente". Um difícil "exercício da arte do entorno"como reconhece o Urbanista GORDON CULLEN sobre as questões de preservação da harmonia visual e do significado cultural das cidades"

*por Glauco Campello - Desenhando "Um lugar" AU 24 - jun/jul/89

Proposta Urbana

Intervenção em uma das regiões onde o homem e sua escala foram realmente atropelados; a região da Bela Vista, próxima a Pca 14 BIS.Um local densamente habitado, cindido por avenidas e viadutos, como o da 9 de Julho, onde a escala do pedestre foi substituída pelos veículos.Crianças brincando embaixo de um viaduto, ou em parques sem arborização e mal aparelhados.A falta de um espaço, onde as pessoas possam se encontrar, religar, espaço este, que o próprio local requisita, quando seus moradores se concentram aos domingos próximos a escola de samba VAI-VAI.

Sintese criativa

A curva como resposta ao diálogo com a praça 14 Bís , definindo a circulação interna e externa e compondo com o entorno extremamente complexo existente.

Abordagens Integrativa.

1) Na escolha do tema e do local
Por acreditar que as cidades serão as grandes acolhedoras da civilização neste século e que a maior parte dos problemas sociais, econômicos, ambientais e culturais se dará nas mesmas, optei pela escolha de um local densamente habitado .Local este, cindido por avenidas e viadutos, onde a escala humana foi substituída pelo automóvel e pelo ônibus, mas, que contém um local de interação social de muita riqueza.

2) Na análise do local e de suas aspirações sociais e culturais
Uma profunda análise da região escolhida, na identificação minuciosa do entorno, das construções existentes e das aspirações do local.

3)Na elaboração do Programa
A apreensão das atividades já existentes no local , bem como a ampliação das ,mesmas para toda a comunidade em uma flexibilidade de usos e espaços ao longo do dia.

Interpretação dos resultados

A verificação que o projeto final atendeu as expectativas em relação as variáveis e problemas levantadas, principalmente em relação aos seguintes aspectos:

. A relação circular com a praça existente, o entorno e os edifícios curvos.
. O respeito às “aspirações” sociais e culturais do local.
. A devolução de parte da escala humana ao local
. A materialização de um espaço de grande interação e convivência.
. A multiplicidade de funções e usos ofertada a comunidade dentro de um uso dia e noite.
. O conforto e proteção visual, sonora e de insolação ao usuário.
. O diálogo interno entre as edificações: escala, materiais criando uma unidade de conjunto, e ao mesmo tempo um diálogo com as edificações externas.
. A presença constante do lúdico.
. A interligação simbólica os meios externos e internos através de “portais” de entrada e acessos e circulações bem definidos.
. A presença humana como principal elemento da Arquitetura.

***“Sempre mantendo intenção de vincular a configuração arquitetônica a contextos espaciais, culturais e históricos imediatos, e fiel, ainda, a uma linguagem que se resume a formas simples, condensadas, Glauco Campello define a boa Arquitetura como a criação num determinado contexto – “ um lugar no lugar”. O Objeto Arquitetônico deve despontar, portanto, com naturalidade não só em relação à paisagem, mas “às inspirações culturais sugeridas pelo ambiente”. Um difícil “exercício da arte do entorno” , como reconhece o Urbanista Gordon Cullen sobre as questões de preservação da harmonia visual e do significado cultural das cidades.

***Transcrito do Texto “ Desenhando um lugar” – Glauco Campello – revista AU n. 24

Autoria do Projeto

WESTMANN, Arq. Flavio Erwin . Estudo para o Gremio Recreativo Cultural Escola De Samba Vai - Vai